A-Sistemas de administração da produção

Um sistema de administração da produção é um sistema de apoio à tomada de decisões táticas e operacionais referente às questões logísticas, para atingir os objetivos da organização:

  1. O que produzir e comprar
  2. Quanto produzir e comprar
  3. Quando produzir e comprar
  4. Com que recursos produzir

Existem diversas alternativas e lógicas a serem utilizadas para esse objetivo. As principais são: (i) MRP, que se baseia na lógica da necessidade de recursos e materiais a partir das necessidades futuras de produtos, (ii) os sistemas just in time, de inspiração japonesa, e (iii) sistemas de otimização que usam técnicas avançadas e são implementadas em computador. Um sistema de administração da produção deve ser capaz de apoiar o decisor a:

  1. Planejar necessidades futuras e a capacidade produtiva da empresa
  2. Planejar a compra de materiais
  3. Planejar os níveis de estoque adequados
  4. Planejar as atividades de produção para utilizar de forma correta os recursos de produção
  5. Ser capaz de prometer os menores prazos possíveis aos clientes e fazer cumpri-los
  6. Ser capaz de reagir eficazmente


Produção e competitividade

Se analisarmos por alguns conceitos econômicos, a empresa existe para reproduzir e ampliar seu capital. Isto, em situações onde não há mercado demandante para todos os ofertantes colocarem seus produtos, se traduz em ser competitiva. Dessa forma, ser competitivo é ser capaz de superar a concorrência nos aspectos de desempenho em que os nichos de mercado mais valorizam. Dentre os aspectos de desempenho mais valorizados pelo mercado são:

  1. Custo percebido pelo cliente
  2. Velocidade de entrega
  3. Confiabilidade de entrega
  4. Flexibilidade na saídas (da produção)
  5. Qualidade dos produtos
  6. Serviços prestados aos clientes


Planejamento

Diferentes decisões demandam diferentes tempos para tomar efeito. Portanto, é necessário que se tenha algum tipo de 'visão' a respeito do futuro. Visão do futuro se obtém com base em algum tipo de 'previsão'. Assim, planejar é entender como a visão do futuro influencia as decisões tomadas no presente para que se atinjam os objetivos. Planejar é projetar um futuro que é diferente do passado, por causas sobre as quais se tem controle. O aumento do horizonte de planejamento implica no aumento de incertezas influenciando também as decisões, que podem ser estratégicas, táticas ou operacionais:




  1. Porque empresas que produzem poucos produtos em larga escala tendem a fazer o planejamento com horizonte mais longos?
  2. Porque muitas empresas tem dificuldade no cumprimento dos prazos?
  3. Porque empresas que atuam em um mercado turbulento tendem a valorizar fornecedores com entregas mais rápidas?